O Baba Ghandour surgiu da união do sonho de Abdo Karim El Ghandour, proprietário do local, de ter um restaurante e o dom de cozinhar muito bem de sua mãe e sua irmã.

A proposta do Baba é ser um restaurante tipicamente árabe, com alimentos fresquinhos, inclusive com insumos trazidos dos países típicos – tudo para garantir um sabor fiel as culturas e à culinária árabe.

De acordo com Abdo, as receitas foram passadas de geração em geração, respeitando a tradição que a família aprendeu a respeitar como parte da história de um povo.

Experimentamos o kibe cru, com hommus, babaganuch e coalhada. Também pedimos a esfirra aberta de carne e o kibe frito. Nosso destaque sem dúvidas vai para a esfirra, que tem um gosto muito saboroso.

O último prato que pedimos foi arroz marroquino (que leva castanhas e outros temperos), tabule (couve, tomate e pepino picadinhos) e charuto de repolho (dentro tem arroz!).

A sobremesa escolhida foi um delicioso ataife – um crepe árabe, recheado com nozes e ricota e servido com uma calda quentinha e doce).

A estrutura fica em um sobrado. No primeiro andar fica a recepção, o salão principal, o bar – onde ficam as cervejas, drinks e demais bebidas e uma área externa, separada por vidro, onde ficam as narguilés – um ambiente ideal para apreciar um tradicional narguilé e saborear as cervejas, os drinks e os petiscos. Há também um deck pequeno, de frente para a rua.

No segundo andar fica um salão maior, com mesas de diversos tamanhos e formatos e um menor, mas sem dúvidas o mais chamativo, pois possui uma espécie de janela gigante que dá de frente para a rua – e no teto a arquitetura chama a atenção.

O Baba Ghandour abre para o almoço, quando também serve almoço executivo, de terça a sexta, das 11h30 às 14h30, sábado e domingo 12h às 16h; e para o jantar abre de terça a sábado, das 19h às 23h. Fica na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 1345, Batel.